quarta-feira, dezembro 31, 2008

Maria João em Nápoles

04 de Janeiro - Auditório da RAI - Nápoles - Itália

Para interpretar uma das suas canções preferidas e mais conseguidas, “Beatriz”, e um tema retirado do cancioneiro popular napolitano, “Canzione appassionata”, a cantora Maria João desloca-se a Nápoles, ao auditório da RAI, onde será acompanhada pelos sessenta músicos da Orchestra di Santa Chiara, dirigidos pelo maestro Renato Serio, no âmbito do Concerto dell’Epifania 2009, que vai na sua XIV edição. A maior curiosidade deste concerto reside no modo como se articulará a voz de Maria João com sons tão diferentes como os da Orchestra di Santa Chiara, embora de uma voz do mundo como a da cantora se deva esperar sempre o melhor.

segunda-feira, dezembro 15, 2008

Maria João interpreta canções de amor em Matosinhos

17 de Dezembro - Teatro Constantino Nery - 22h00

Canções de amor escritas pelos Beatles, pelos U2 e por Neil Young, entre outros, são a matéria-prima para Maria João reinventar alguns temas bem conhecidos. A cantora, como é sabido, não quer, ou é mesmo incapaz de fazer leituras demasiado coladas aos originais, como acabou de provar uma vez mais no novo disco em parceria com Mário Laginha, “Chocolate”, em que “subverte” completamente standards como “When you wish upon a star”... Com a guitarra de Mário Delgado, as percussões de Vicky e a harpa de Eleonor Picas, Maria João vai mostrar, em Matosinhos, o seu modo peculiar de “ler” 20 canções de amor escolhidas a dedo...

Mário Laginha reencontra Camané em Portimão

14 e 15 de Dezembro - TEMPO-Teatro Municipal - 21h00

Num memorável concerto dado há alguns meses no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, o fadista Camané fez-se acompanhar de um modo invulgar em fado: trocou o tradicional naipe de violas e guitarras por dois pianos, e o resultado foi entusiasmante. Desta vez, em Portimão, nos dois concertos organizados no âmbito da inauguração do novo teatro municipal da cidade, o fadista reencontra um dos pianistas que ajudou a construir a inesquecível noite no CCB: Mário Laginha. Agora, porém, o desenho orquestral é bem diferente. À voz do fadista juntam-se a Orquestra Clássica do Algarve, sob direcção do maestro Cesário Costa, os habituais acompanhantes de Camané e o piano de Laginha, que assina também os arranjos para orquestra. Tradição e modernidade, uma inimitável voz do fado e o concurso de um dos grandes pianistas portugueses da área do jazz garantem, no mínimo, uma noite diferente.

quarta-feira, dezembro 03, 2008

Entrevista vídeo a Mário Laginha

Aqui fica uma entrevista a Mário Laginha que descobrí pelo YouTube.

sexta-feira, novembro 21, 2008

Um toque de Jazz - 23 Novembro 2008

Domingo, 23 Novembro

Discos Recentes (4)
Soul in a Picture (Jef Neve)
Alone Together (Tim Hagans)
The Nature of The Beat (Wayne Wallace)
Don’t Blame Me (Claus Raible Trio)
Cantando (Bobo Stenson)
Duet (Chick Corea & Hiromi)
All That (Bill Frisell)
Decade (Clifton Anderson)

Um toque de Jazz
Domingos às 23h00
Um programa de Manuel Jorge Veloso
Antena 2
http://www.rtp.pt

quinta-feira, novembro 20, 2008

“Chocolate” de Maria João e Mário Laginha apresentado em Coimbra e Lisboa

25 de Novembro - Teatro Académico Gil Vicente - Coimbra - 21h30
05 de Dezembro - Centro Cultural de Belém - Lisboa - 21h00

Quatro anos depois do lançamento, em 2004, do seu último trabalho em estúdio, “Tralha”, Coimbra e Lisboa vão ter o privilégio de assistir ao concerto de apresentação do próximo disco de Maria João e Mário Laginha, intitulado “CHOCOLATE”. A nova gravação da dupla aposta num som mais centrado nas influências jazzísticas, que, de resto, sempre marcaram a carreira dos dois artistas. O novo disco compõe-se, em partes iguais, de originais escritos por João e Laginha e por versões criativas de standards de jazz. A acompanhar a dupla, um conjunto de instrumentistas de valor inquestionável: Julian Argüelles no saxofone, Bernardo Moreira no contrabaixo e Alexandre Frazão na bateria. Um concerto único em perspectiva.

Mário Laginha Trio em Estarreja

22 Novembro - Estarreja Jazz - Cine-Teatro de Estarreja - 21h30

O trabalho “Espaço” foi um dos projectos que Mário Laginha abraçou no período que mediou entre os discos “Tralha” e o recente “Chocolate”, em duo com Maria João. Com “Espaço”, que serve de mote a este concerto de Estarreja, Laginha construiu um som assumidamente “jazzy”, na companhia de dois companheiros musicais de longa data: o contrabaixista Bernardo Moreira e o baterista Alexandre Frazão. O resultado é extraordinário, juntando numa obra musical pontes com o universo arquitectónico.

Laginha a solo em Aveiro

20 Novembro - Teatro Aveirense - 21h30

Depois de muitos anos de estreita ligação à cantora Maria João, que agora foi retomada com o CD Chocolate, Mário Laginha apostou em vários projectos em nome próprio. Um deles, “Canções e Fugas”, em piano solo, foi assumido como um dos grandes desafios da sua carreira.
É esta “intimidade” com o piano que Laginha explora no concerto do Teatro Aveirense, tocando temas propositadamente escritos para piano solo, e outros adaptados para o efeito.

sexta-feira, novembro 14, 2008

DançArte - Semana da Dança 2008

A DançArte apresenta a Semana da Dança 2008.

Destaque
Mostra de Trabalhos criações de Dora Fonseca; Flávio Rodrigues, Sophie Leso e Rita Lucas

Mais informações e reservas Teatro S. João - 212338520

Um toque de Jazz - 16 Novembro 2008

Domingo, 16 de Novembro

Discos Recentes (3)
Ashya (Walter Lang & Lee Konitz)
Standards (The Nuttree Quartet)
Songs for a New Century (Jessica Williams)
Pass It On (Dave Holland; Maresia (Stefania Tallini)
Blind Date (Loren Stillman)
Soft Journey (Chet Baker & Enrico Pieranunzi).

Um toque de Jazz
Domingos às 23h00
Um programa de Manuel Jorge Veloso
Antena 2
http://www.rtp.pt

sexta-feira, novembro 07, 2008

Um toque de Jazz - 09 Novembro 2008

Domingo, 09 de Novembro

Discos Recentes (2)
Moonshine (Dave Douglas’ Keystone)
Incandescence (Bill Stewart)
The Beautiful Enabler (Rudresh Mahanthappa)
Namouche (Special Quartet)
Hill (Jobic Le Masson)
Topics (John Abercrombie & John Ruocco)
Busterophedon (Evans Parker’s Transatlantic Art Ensemble).

Um toque de Jazz
Domingos às 23h00
Um programa de Manuel Jorge Veloso
Antena 2
http://www.rtp.pt

quinta-feira, novembro 06, 2008

Programação de Novembro 2008 do Hot Clube de Portugal

6, 7 e 8 de Novembro às 23:00
Bernardo Sassetti Trio
Bernardo Sassetti piano
Carlos Barreto ctb
Alexandre Frazão bat

13, 14 e 15 de Novembro às 23:00
Rui Caetano Trio
Rui Caetano pno
Bernardo Moreira ctb
Marco Franco bat
Apresentação no Hcp do CD "Reflexos"

18 e 19 de Novembro às 23:00
Peter Rende Quartet
Peter Rende pno
João Moreira tp
Matt Pavolka ctb; bx
André Sousa Machado bat

20, 21 e 22 de Novembro às 23:00
Filipe Melo Trio
Filipe Melo pno
Nelson Cascais ctb
André Sousa Machado bat

27, 28 e 29 de Novembro às 23:00
Paula Sousa Quinteto
João Guimarães sax alto
Afonso Pais guitar
Paula Sousa pno
Hugo Antunes ctb
Luís Candeias bat

quarta-feira, novembro 05, 2008

"Chocolate" - Os originais

"Chocolate", o novo CD de Maria João & Mário Laginha, contém 4 standards famosos para além dos temas originais da dupla. Aqui ficam as versões originais dos standards, disponíveis no YouTube. Descubra as diferenças.

I've Grown Accustomed to Her Face (do filme My Fair Lady)


Goodbye Pork Pie Hat (Jony Mitchell)


I'm Old Fashioned - Fred Astaire & Rita Hayworth


When You Wish Upon A Star - Cliff Edwards (do filme Pinóquio, da Disney)


Alinhamento completo de "Chocolate":
01. I Have a Heart Just Like Yours
02. Goodbye Pork Pie Hat
03. I’ve Grown Accustomed to His Face
04. Sweet Suite
05. This Time
06. Modern Mode / I’m Old Fashioned
07. If You Could See Me Now
08. Mati Mati
09. When You Wish Upon a Star

Mais em http://www.mariajoao.org/

Maria João e Mário Laginha em entrevista ao Sapo


Aqui fica o vídeo de uma entrevista dada por Maria João e Mário Laginha ao Sapo, a propósito do lançamento de "Chocolate".
http://www.mariajoao.org/
http://www.mariolaginha.org/

segunda-feira, novembro 03, 2008

Video: Bobby McFerrin & Maria João

Aqui fica um video que descobri nas minhas viagens pelo YouTube. Um improviso entre os Enormes Maria João e Bobby McFerrin. Sem mais palavras:

sexta-feira, outubro 31, 2008

Um toque de Jazz - 02 Novembro 2008

Domingo, 02 de Novembro

Discos Recentes (1)
The Traveller (Kenny Barron)
Symmetry (Henning Sieverts)
Poetry in Motion (Gebhard Ullmann’s Conference Call)
Chet in Chicago (Chet Baker)
Appearing Nightly (Carla Bley)
The Cole Porter Mix (Patricia Barber)
Medical Cures for The Chromatic Commands of The Inner City (Ron Westrey)

Um toque de Jazz
Domingos às 23h00
Um programa de Manuel Jorge Veloso
Antena 2
http://www.rtp.pt

quinta-feira, outubro 30, 2008

"Chocolate" - Novo álbum de Maria João e Mário Laginha

Lançamento: 03 de Novembro 2008

Em 1983, Maria João gravava o seu primeiro disco. Nesse primeiro trabalho, Quinteto Maria João, o piano estava a cargo de Mário Laginha. A cumplicidade entre ambos foi-se aprofundando ao longo de um quarto de século, de centenas de concertos e onze discos gravados. O último fruto dessa longa caminhada conjunta surge agora e tem um nome: “Chocolate”, “o 12º disco do duo.

“Chocolate” é um disco especial. Pode dizer-se que comemora essa relação longa e muito forte, de 25 anos, recuperando a mesma formação instrumental do primeiro disco, embora com diferentes intervenientes para além de Maria João e Mário Laginha. Tal como o disco de 1983, “Chocolate” conta também com alguns standards e temas originais da cantora e do pianista.

"O que nos une é o amor puro, pela música e um pelo outro, por isso escolhemos o nome Chocolate", explicou Maria João. Para a cantora, que “adora chocolate”, “a música é muito saborosa, é como se os sons fossem bocadinhos de chocolate", disse a um jornal português.
O disco será apresentado ao vivo no dia 30 de Outubro na Casa da Música, no Porto, no dia 25 de Novembro no Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra, e dia 5 de Dezembro no Grande Auditório do CCB em Lisboa.

CHOCOLATE
Produzido por Maria João e Mário Laginha, e gravado por Nelson Carvalho nos estúdios da Valentim de Carvalho, este trabalho conta com Maria João na voz, Mário Laginha no piano, Julian Argüelles no saxofone tenor e soprano, Bernardo Moreira no contrabaixo, Helge Andreas Norbakken na percussão das músicas 1, 2, 3, 7, 8, 9 e Alexandre Frazão na bateria das músicas 4, 5, 6.

Alinhamento:
1. I Have a Heart Just Like Yours 5’47’’ Letra: Maria João / Música: Mário Laginha
2. Goodbye Pork Pie Hat 4’28’’ Letra: Joni Mitchell / Música: Charles Mingus
(Elegante elegia dedicada à memória de Lester Young, composta em 1959 por Charles Mingus sobre um poema de Joni Mitchell, poucos meses após o falecimento de Young, um dos mais importantes e influentes saxofonistas e clarinetistas Americanos)
3. I’ve Grown Accustomed to His Face 4’59’’ Letra: Alan Jay Lerner / Música: Frederick Loewe
(Canção do musical ‘My Fair Lady’ de 1956, e que ilustra a raiva do Professor Henry Higgins ao facto da sua pupila Eliza Doolittle ter saido da sua vida, e o apercebimento crescente do quanto irá sentir a sua falta)
4. Sweet Suite 11’48’’ Música: Mário Laginha
5. This Time 7’55’’ Letra: Maria João / Música: Mário Laginha
6. Modern Mode / I’m Old Fashioned 3’39’’ “Modern Mode”: Música: Mário Laginha / “I’m Old Fashioned”: Letra: Johnny Mercer / Música: Jerome Kern
(“I’m Old Fashioned”, composta em 1942 por Jerome Kern com letra de Johnny Mercer, foi escrita para o filme ‘You Were Never Lovelier’ com Fred Astaire e Rita Hayworth como protagonistas. A primeira gravação desta música pertence a Fred Astaire com John Scott Trotter e a sua orquestra, nesse mesmo ano)
7. If You Could See Me Now 6’42’’ Letra: Carl Sigman, Tadd Dameron / Música: Tadd Dameron
(Um dos primeiros sucessos na carreira de Sarah Vaughan, em 1946)
8. Mati Mati 6’38’’ Letra: Maria João / Música: Mário Laginha
9. When You Wish Upon a Star 2’37’’ Letra: Ned Washington / Música: Leigh Harline (Esta canção, introduzida no filme “Pinóquio” da Disney em 1940, onde foi cantada por Cliff Edwards na personagem de Grilo Falante nos créditos iniciais e finais do filme, ganhou esse ano o Óscar da Academia para Melhor Canção Original, sendo ainda hoje considerada pelo Instituto Americano de Cinema como a melhor canção da Disney e uma das 100 melhores músicas de sempre num filme)

Maria João e Mário Laginha - I’ve Grown Accustomed to His Face

sexta-feira, outubro 24, 2008

Um toque de Jazz - 26 Outubro 2008

Domingo, 26 de Outubro
Concertos Europeus: as actuações do New Quintet do multi-instrumentista Louis Sclavis no Festival de Jazz de Willisau (Suíça) em 30.08.07, e do M.O.B. Quartet (música de Ornette Coleman) no Estúdio Charles Trenet (Paris) em 03.02.07.
Gravações Euroradio

Um toque de Jazz
Domingos às 23h00
Um programa de Manuel Jorge Veloso
Antena 2
http://www.rtp.pt

quinta-feira, outubro 23, 2008

José Peixoto no OndaJazz

José Peixoto
El Fad
Dia 23 (Quinta)
23H00
Entrada: 7€

José Peixoto: guitarra
Carlos Zingaro: violino
Miguel Leiria: contrabaixo
José Salgueiro: percussões

Com base na escrita de José Peixoto que aqui aparece revigorada numa expressão criativa colectiva, este quarteto pratica uma música aberta, enérgica e subtil. É nas zonas de fronteira em que tudo se mistura, dilui e em que se criam e circulam dialectos vários, que podemos encontrar a expressão final da música deste grupo

Reservas OndaJazz: 218 873 064

quarta-feira, outubro 22, 2008

“Chocolate” de Maria João e Mário Laginha apresentado no Porto

30 de Outubro - Sala Suggia - Casa da Música - 22h00
Quatro anos depois do lançamento, em 2004, do seu último trabalho em estúdio, “Tralha”, a Casa da Música do Porto vai ter o privilégio de assistir ao concerto de apresentação do próximo disco de Maria João e Mário Laginha, intitulado “CHOCOLATE”. A nova gravação da dupla aposta num som mais centrado nas influências jazzísticas, que, de resto, sempre marcaram a carreira dos dois artistas. O novo disco compõe-se, em partes iguais, de originais escritos por João e Laginha e por versões criativas de standards de jazz. A acompanhar a dupla, um conjunto de instrumentistas de valor inquestionável: Julien Argüelles no saxofone, Bernardo Moreira no contrabaixo e Alexandre Frazão na bateria. Um concerto único em perspectiva.

segunda-feira, outubro 20, 2008

Maria João com a Orquestra de Count Basie

29 de Outubro - Campo Pequeno - Lisboa - 22h00
Maria João aceitou o desafio de interpretar duas canções acompanhada por uma big band herdeira de Count Basie, uma das figuras míticas do jazz de todos os tempos. A cantora interpretará um tema seu e de Mário Laginha e um standard.

A noite de música no Campo Pequeno contará com outros nomes conhecidos: Manuela Azevedo, Carlos do Carmo ou Lula Pena.

sábado, outubro 18, 2008

Laginha e Sassetti a solo no Jardim de Inverno do S. Luiz









23 e 24 de Outubro - Mário Laginha - 22h00
31 de Outubro e 1 de Novembro - Bernardo Sassetti - 22h00
Dois pianistas, Mário Laginha e Bernardo Sassetti, para quatro concertos únicos, a solo, no Jardim de Inverno do S. Luiz Teatro Municipal, em Lisboa. Nos dias 23 e 24 de Outubro, é a vez de Laginha. O Jardim de Inverno é um dos espaços a que Mário Laginha está ligado por fortes laços emocionais, com o qual “é difícil não criar empatia”. Habituado a vários formatos de intervenção musical, o concerto a solo no Jardim de Inverno promete ser especial, confessa o pianista: “A memória que eu tenho do concerto a solo que fiz há já algum tempo traz com ela uma carga emocional única, e num formato solitário como é o de um concerto a solo, em que o improviso depende de tantos factores, eu diria que o mais importante deles todos está salvaguardado”.
Nos dias 31 de Outubro e 1 de Novembro, é a vez de Bernardo Sassetti, igualmente a sós com o piano, uma experiência que “é sempre irrepetível”, sustenta o músico. Irrepetível porquê? Sassetti explica: “As notas nascem no momento de interpretar, quando parto embalado para o improviso. Muitas vezes não sei onde estou; por muito que tente, por me sentir embalado no improviso, não consigo encontrar o caminho (…) Fico à espera que as ideias se transformem noutras ideias”. Os resultados desta procura, ou desta aventura a solo de Bernardo Sassetti, diz-nos a experiência de muitos concertos, é sempre entusiasmante.
Dois pianistas para quatro concertos únicos e irrepetíveis.

terça-feira, outubro 14, 2008

Bernardo Sassetti a solo em Lisboa

16 de Outubro - Auditório do Banco de Portugal - 17h00
Pianista e compositor multifacetado, Bernardo Sassetti tanto toca integrado em grandes formações, com o seu trio de jazz, ou em piano solo. Desta vez, em Lisboa, Sassetti mostra talvez a sua faceta musical mais íntima, preenchendo todo o programa do concerto num diálogo com o instrumento que escolheu para se exprimir. Como sempre acontece, este concerto de Sassetti terá incursões pelo discurso improvisado, uma das suas características mais marcantes.

segunda-feira, outubro 13, 2008

Ondajazz esta semana

Dia 14 (Terça)
23H00
Entrada: 6€
SCORE – Some Cats Of Reunion
Claus Nymark: trombone, euphonium
Gonçalo Marques: trompete
Francisco Costa Reis: guitarra
Pedro Pinto: contrabaixo
Joel Silva: bateria

Dia 16 (quinta)
23H00
Entrada :7€
7to do Hot Clube
Bruno Santos: guitarra
Rodrigo Gonçalves: Piano
Pedro Moreira: Saxofone
João Moreira: trompete
Claus Nymark: trombone
Bernardo Moreira: contrabaixo
Carlos Miguel: bateria

O Septeto do Hot Clube de Portugal foi criado em 2001 e é composto por docentes da Escola de Jazz Luíz Villas-Boas, todos eles músicos de créditos firmados no panorama do Jazz português [Pedro Moreira(saxofone tenor), João Moreira (trompete), Claus Nymark (trombone), Bruno Santos (guitarra), Rodrigo Gonçalves (piano), Bernardo Moreira (contrabaixo) e André Sousa Machado (bateria)]. Este grupo pretende ir ao encontro de um dos objectivos do Hot Clube, tal como foi idealizado pelo seu fundador: a divulgação do Jazz, tendo já actuado um pouco por todo o país: AngraJazz, Fozjazz, Hot Clube, Teatro Municipal da Madeira, Luanda, Festival Jazz Valado, etc. Esta formação assume-se como grupo de repertório, que abrange obras de compositores importantes desde os anos 20 com Louis Armstrong, ao jazz "neo bop" mais recente, com orquestrações associadas ao lendário agrupamento de Art Blakey, a Wayne Shorter ou a Thad Jones. Em 2008, ano em que o Hot Clube comemora os seus 60 anos de existência, o Septeto apresenta um repertório original de Bruno Santos (também director musical do septeto) influenciado por Wayne Shorter, Joe Henderson, Herbie Hancock, Dave Douglas, entre outros, que funde as correntes jazzísticas "mainstream" às novas tendências.

Dia 17 (Sexta)
23H30
Entrada :7€
Ficções
Rui Luís Pereira (Dudas): Guitarras e Alaúde (Oud)
João Paulo de Esteves: Piano
Massimo Cavalli : Baixo. Eléctrico e Contrabaixo
Carlos Miguel: Bateria
Guto Lucena: saxofone

A origem do projecto Ficções remonta a 1988, altura em que o seu fundador, Rui Luís Pereira (Dudas), decidiu corporizar uma estética musical própria, fruto do prazer da composição, aliada à liberdade criativa da improvisação. Se a música traduz vivências, esta tem um sabor mediterrânico feito de mestiça­gens — ecos ibéricos, africanos, árabo-andaluzes e um olhar atlântico povoam este “folclore imaginário”. Com três discos editados (Aqua, 1992; Zambra, 1995; Ocidental Praia, 2001), este grupo já conheceu diversas formações - por aqui passaram alguns dos mais conceituados músicos portugueses e também estrangeiros — e esteve presente em vários festivais como o Festival Maré de Agosto (Açores, 1992,1996), International Jazz Festival of Macau (1995), Grenoble Jazz Festival (1997), Encontros com Portugal (Brasil,1998), Expo 98, Festival de Jazz de Matosinhos (2002), Festival de Música de Câmera/ JazzFest de Curitiba (Brasil, 2002),Festival de Jazz de Portalegre (2006), Jazzin Tondela (2006), Composjazz (Espanha,2007) entre outros.

Reservas
OndaJazz
218 873 064
Restaurante aberto de 20h as 23h00

sexta-feira, outubro 10, 2008

Um toque de Jazz - 12 Outubro 2008

Domingo, 12 Outubro 2008
Concertos Europeus: as actuações do duo de Dave Douglas (trp) e Misha Mengelberg (pn) e da Brass Ecstasy Band de Dave Douglas, respectivamente em 01.09.07 e 02.09.07, no Festival de Jazz de Willisau (Suíça). Gravações Euroradio

Um toque de Jazz
Domingos às 23h00
Um programa de Manuel Jorge Veloso
Antena 2
http://www.rtp.pt

quinta-feira, outubro 09, 2008

O trio no Ondajazz

Dias 10 e 11 (Sexta e Sábado)
23H30
Entrada :7€

O Trio
João Paulo da Silva: piano
Yuri Daniel: contrabaixo
José Salgueiro: bateria

Reservas
OndaJazz: 218 873 064

quarta-feira, outubro 08, 2008

Bill Frisell no CCB - 02 Novembro 2008

O CCB recebe a música do guitarrista norte-americano Bill Frisell, que acompanhará a projecção de uma interessante selecção de curtas-metragens.

02 Nov 2008 - 21:00
Grande Auditório

Músicos
BILL FRISELL guitarra
TONY SCHERR contrabaixo
KENNY WOLLESEN bateria

Filmes

JIM WOODRING ANIMATIONS
Faces – TRT: 8:38
House of the Dead – TRT: 9:21
Sugar of Vengeance – TRT: 3:06
Fragment – 4:21
Whim Grinder – TRT: 1:19

BILL MORRISON
The Mesmerist – TRT: 16 min.

BUSTER KEATON
High Sign – TRT: 21 min
One Week – TRT: 19 min

Ao longo de mais de 25 anos de carreira, o guitarrista e compositor Bill Frisell gravou 25 álbuns e colaborou com vários músicos, realizadores de cinema e artistas de outras áreas, revelando na sua música as mais diversas influências. Figura incontornável da música norte-americana, o New York Times descreveu, desta forma, a sua música: “É difícil encontrar uma reflexão tão rica sobre a música americana como as composições do guitarrista Bill Frisell. Misturando rock e country com jazz e blues encontrou o que os liga: a improvisação e o sentido da interpretação.” No espectáculo que apresenta no Grande Auditório do CCB, acompanhado pelo baixista Tony Scherr e pelo baterista Kenny Wollesen, Bill Frisell interpretará composições originais que acompanham a projecção de curtas-metragens do lendário Buster Keaton, do experimentalista Bill Morrison e do cartoonista e ilustrador Jim Woodring.

terça-feira, outubro 07, 2008

José Afonso revisitado por Laginha e Sassetti

11 de Outubro - Auditório Municipal Augusto Cabrita - Barreiro - 21h30

Encomendado pela Festa do “Avante!” para comemorar os 30 anos do 25 de Abril, o projecto “Grândolas” é, sobretudo, o resultado do revisitar de algumas das mais conhecidas músicas de José Afonso por dois pianistas e compositores da área do jazz: Mário Laginha e Bernardo Sassetti. Numa noite mágica de Setembro de 2004, num dos palcos da Festa do Avante, na estreia da obra, muitas centenas de pessoas viveram momentos musicais inesquecíveis. À magia da música de José Afonso, juntou-se a excelência de dois músicos que recriaram o mundo sonoro de um dos maiores criadores de música popular portuguesa do século XX.

segunda-feira, outubro 06, 2008

Guimarães Jazz 2008

08 a 17 de Novembro
Guimarães Jazz
Centro Cultural Vila Flor

Aqui fica a programação completa do Guimarães Jazz 2008, que decorre no Centro Cultural Vila Flor, de 08 a 17 de Novembro:

Quinta-feira, 08 de Novembro – 22h00
Pharoah Sanders Quartet
Guimarães Jazz
Grande Auditório
Preço:
1ª Plateia - €15,00/€12,50 c/ desconto
2ª Plateia - €12,50/€10,00 c/desconto

Sexta-feira, 09 de Novembro - 22h00
Ravi Coltrane Quartet
Guimarães Jazz
Grande Auditório
Preço:
1ª Plateia - €15,00/€12,50 c/ desconto
2ª Plateia - €12,50/€10,00 c/desconto

Sábado, 10 de Novembro - 22h00
Jan Garbarek Group
Guimarães Jazz
Grande Auditório
Preço:
1ª Plateia – €25,00/€20,00 c/ desconto
2ª Plateia – €20,00/€15,00 c/desconto

Quarta-feira, 14 de Novembro - 22h00
Orrin Evans Quintet
Guimarães Jazz
Grande Auditório
Preço:
1ª Plateia – €15,00/€12,50 c/ desconto
2ª Plateia – €12,50/€10,00 c/desconto

Quinta-feira, 15 de Novembro – 22h00
The John Scofield Trio plus Horns “This meets That”
Guimarães Jazz
Grande Auditório
Preço:
1ª Plateia – €15,00/€12,50 c/ desconto
2ª Plateia – €12,50/€10,00 c/desconto

Sexta-feira, 16 de Novembro – 18h00
Big Band ESMAE conduzida por Orrin Evans
Guimarães Jazz
Pequeno Auditório
Entrada livre

Sexta-feira, 16 de Novembro - 22h00
Ahmad Jamal
Guimarães Jazz
Grande Auditório
Preço:
1ª Plateia – €25,00/€20,00 c/ desconto
2ª Plateia – €20,00/€15,00 c/desconto

Sábado, 17 de Novembro – 18h00
Matt Renzi, Jacob Sacks, Bernardo Moreira e André Sousa Machado
Projecto TOAP/Guimarães Jazz
Pequeno Auditório
Preço: €10,00/€7,50 c/desconto

Sábado, 17 de Novembro - 22h00
Charles Tolliver Big Band
Guimarães Jazz
Grande Auditório
Preço:
1ª Plateia – €15,00/€12,50 c/ desconto
2ª Plateia – €12,50/€10,00 c/desconto

08, 09 e 10 de Novembro - 24H00
Jam Sessions
Orrin Evans, Darryl Hall, Stacy Dillard, Alex Sipiagin, Donald Edwards
Café Concerto
Preço: €2,50

15, 16 e 17 de Novembro - 24H00
Jam Sessions
Orrin Evans, Darryl Hall, Stacy Dillard, Alex Sipiagin, Donald Edwards
Associação Cultural Convívio
Preço: €2,50

12, 13, 15 e 16 de Novembro – Das 14h30 às 17h30
Oficinas de Jazz
Centro Cultural Vila Flor
Inscrição gratuita

Assinatura Guimarães Jazz 2007
Todos os Espectáculos
Livre Trânsito: 75,00€

TGB em Espanha

10 de Outubro - Festival de Jazz de Ferrol - Teatro Jofre - 20h30

O som inconfundível dos TGB (Tuba, Guitarra e Bateria) vai chegar a Espanha, ao Festival de Jazz de Ferrol. Quando três instrumentistas como Sérgio Carolino (tuba), Mário Delgado (guitarras) e Alexandre Frazão (bateria e percussões) se juntam, muitas coisas podem acontecer. Criatividade e ousadia servidas por grande competência técnica resultam sempre em concertos únicos, inesperados, onde diferentes matrizes musicais se misturam num som mágico.

sexta-feira, outubro 03, 2008

Um toque de Jazz - 05 Outubro 2008

Domingo, 05 de Outubro
Concertos Europeus: as actuações do duo de Dave Holland (cb) e Chris Potter (sax-T) e do quarteto Underground de Chris Potter, respectivamente em 01.09.07 e 31.08.07, no Festival de Jazz de Willisau (Suíça). Gravações Euroradio

Um toque de Jazz
Sábados e Domingos às 23h00
Um programa de Manuel Jorge Veloso
Antena 2
http://www.rtp.pt

quinta-feira, outubro 02, 2008

Laginha em piano solo em Alcobaça

04 de Outubro - Cine-Teatro de Alcobaça - 21h30

Uma das riquezas de Laginha é a sua capacidade de adaptar o seu som a diferentes desenhos instrumentais. Uma das vertentes da sua música constrói-se em piano solo, com peças escritas propositadamente para o efeito ou adaptadas. Em Alcobaça, o pianista entrega-se à tarefa de erguer um concerto em diálogo exclusivo com o piano. O resultado, sabe-se, é muito convincente.

quarta-feira, outubro 01, 2008

Mário Laginha Trio leva “Espaço” a Tomar

03 de Outubro - Tomar Cine-Teatro Paraíso - 21h30

“Espaço” é o resultado de uma encomenda da Bienal de Arquitectura de Lisboa, de que resultou uma “aproximação” criativa entre duas artes: a arquitectura e a música, mais concretamente o jazz. Neste trabalho, Laginha, acompanhado pelo contrabaixo de Bernardo Moreira e a bateria de Alexandre Frazão, opta por um som marcadamente jazzy, com um cunho pessoal cultivado ao logo de muitos anos de vida musical.

terça-feira, setembro 30, 2008

Mário Laginha “até aos ossos” no CCB

01 de Outubro - Mário Laginha e Orquestra Metropolitana de Lisboa - 21h00

No CCB, os apreciadores da obra de Mário Laginha vão ter oportunidade de ouvir uma das suas obras mais ousadas, mais arriscadas e menos ouvidas. Trata-se de “Até aos Ossos”, peça orquestral escrita em 2005 por encomenda da Casa da Música e estreada em Abril de 2005 no Porto. A obra compõe-se de sete andamentos, escritos para saxofone, piano e ensemble (originalmente, para o Remix Ensemble). Com “Até aos Ossos”, Laginha mergulha a fundo no desafio de articular diferentes universos musicais que o marcaram e marcam ainda, com destaque para a música clássica e, naturalmente, o jazz. Tal como aconteceu na estreia da peça no Porto, também neste concerto no CCB participa o saxofonista Julien Argüelles, instrumentista muito apreciado pelo pianista português.

sexta-feira, setembro 26, 2008

Jazzin' Tondela 2008

Festa das Escolas de Música: 1001 Músicos - CCB

A Festa das Escolas de Música vai regressar aos palcos do CCB!
São mil e um jovens músicos juntos na grande celebração da música!

DOMINGO, 28 SETEMBRO - 10:00 ÀS 23:00
GRANDE AUDITÓRIO E SALA FERNANDO LOPES GRAÇA
CENTRO CULTURAL DE BELÉM
ENTRADA LIVRE

Uma iniciativa do Ministério da Educação com a colaboração do Centro Cultural de Belém Para pais e alunos das escolas de música e do ensino regular

Haverá estreantes e outros que já participaram nesta imensa festa. Mil e um músicos, alunos de escolas de todo o país em mais de uma dezena de concertos no Grande Auditório, mas também no foyer e na Sala Lopes Graça. Orquestras, coros, grupos de câmara, solistas, enfim, muitos jovens músicos à espera de públicos de todas as idades. Música de diferentes tempos e de muitos lados, sons que foram, ainda há pouco, assunto de sala de aula e aprenderam, entretanto, a ser programa de concerto. Pela segunda vez nos palcos do CCB há mil e um músicos… E mil e um ouvintes para aplaudir tanta música!

terça-feira, setembro 23, 2008

Sheila Jordan no CCB

Concerto Comemorativo do 5º aniversário do blog Jazz no País do Improviso













No Dia Mundial da Música o Grande Auditório do CCB recebe a extraordinária voz do jazz Sheila Jordan.

01 Out 2008 - 21:00
S/INTERVALO
M/12 ANOS
PEQUENO AUDITÓRIO
PREÇOS
PLATEIA 20€
LATERAIS 15€

Sheila Jordan é a última sobrevivente na linhagem das grandes e criativas vozes do jazz – a par de Billie Holiday, Ella Fitzgerald, Sarah Vaughan e Betty Carter. Natural de Detroit, a sua adolescência foi vivida entre os clubes de jazz da cidade e os discos do seu grande mestre, o saxofonista Charlie Parker, que ouvia exaustivamente e que vocalizava, o que determinou o carácter único da voz e expressão de Sheila Jordan no panorama do jazz: "Eu não tinha dinheiro suficiente para comprar muitos discos e por isso tinha de escolher entre o Bird e os cantores, e escolhi o Bird." No ano em que comemora o seu 80.º aniversário, Sheila Jordan regressa a Portugal por ocasião do V aniversário do blogue Jazz no País do Improviso (o blogue mais lido em Portugal na área do jazz), actuando pela primeira vez em Lisboa e no CCB.

sexta-feira, setembro 19, 2008

Sassetti com Gonçalo M. Tavares nas Quintas de Leitura

25 de Setembro - Sala do Café Teatro do Campo Alegre - Porto - 22h00

As concorridas conferências literário-musicais do Teatro Campo Alegre, no Porto, intituladas “Quintas de Leitura”, vão contar com a presença de dois protagonistas de peso: na vertente literária, o escritor Gonçalo M. Tavares, criador de obras como “Jerusalém” e “Aprender a Rezar na Era da Técnica”; em diálogo com as palavras, o pianista, compositor e improvisador Bernardo Sassetti, com um currículo invejável na criação de música para cinema, teatro e outras manifestações artísticas. Um encontro a não perder.

João e Laginha na Estónia e no lisboeta Jardim da Estrela

24 de Setembro - Parnü Concert Hall - Estónia
25 de Setembro - Estónia Concert Hall - Estónia
28 de Setembro - Jardim da Estrela - Lisboa - 17h00

Antes de darem a conhecer o seu novo trabalho, “Chocolate”, um disco em que Maria João e Mário Laginha reinventam alguns standards e dão a conhecer novos temas próprios mais ligados à sonoridade do jazz, os dois concertos da Estónia e o do Jardim das Estrela, em Lisboa, integrado no Pleno Out Jazz, serão dedicados a uma espécie de recapitulação de algumas das músicas que marcaram a carreira dos dois artistas.

André Fernandes em Aljustrel e Marinha Grande

21 de Setembro - Auditório da Biblioteca Municipal - Aljustrel - 22h00
26 de Setembro, Festival de Jazz da Estremadura - Sport Operário Marinhense - Marinha Grande - 22h00

O super grupo do guitarrista André Fernandes vai recriar em Aljustrel, a 21 deste mês, o seu último e aclamado disco gravado em estúdio, “Cubo”. Com Mário Laginha no piano, Nelson Cascais na bateria e Alexandre Frazão na bateria. Cinco dias depois, o mesmo trabalho, “Cubo”, com uma formação completamente diferente, na Marinha Grande, mantendo-se o elevado nível de qualidade dos instrumentistas em palco: Bernardo Sassetti (piano e fender rhodes), Demian Cabaud (contrabaixo) e Marcos Cavaleiro (bateria).

OJM com Kurt Rosenwinkel em Oeiras e no Porto

20 de Setembro - Auditório Ruy de Carvalho - Oeiras - 22h0021 de Setembro - Sala Suggia - Casa da Música - Porto - 22h00

Com apenas 38 anos, o norte-americano Kurt Rosenwinkel tem já reputação firmada como guitarrista e compositor. Com vários discos gravados e colaborações com grandes nomes do jazz, Rosenwinkel aceitou o desafio que lhe foi lançado pela Orquestra Jazz de Matosinhos e vai integrar, como solista convidado, o colectivo dirigido por Carlos Azevedo e Pedro Guedes nos concertos na Casa da Música, no Porto, e no Festival de Jazz de Oeiras. O programa é composto por oito temas da autoria do guitarrista norte-americano, dois deles inéditos. Os arranjos são repartidos pelos dois líderes da OJM e por Ohad Talmor, que tem colaborado regularmente com o grupo de Matosinhos, designadamente em programas com o saxofonista Lee Konitz.

sexta-feira, setembro 12, 2008

Um toque de Jazz - 13 e 14 Setembro 2008

Sábado 13 Setembro
Discos recentes (3)
The Wind (Franco Ambrosetti)
Parisian Portraits (Enrico Pieranunzi)
Électrique (Orchestre National de Jazz)
Here (Eric Reed)
Free Advice (Pandelis Karayorgis)
The Good Book – Chaper I (Vincent Gardner)
Seraphic Light (Saxophone Summit)
Imagina (Karrin Allyson)

Domingo, 14 Setembro
Discos recentes (4)
The Third Man (Enrico Rava / Stefano Bollani)
The New Crystal Silence (Chick Corea / Gary Burton)
Songbook (Jason Palmer)
Depth of Emotion (Ed Saindon / Dave Liebman)
One! (João Lencastre “Communion”)
Blues Twilight (Richard Boulger).


Um toque de Jazz
Sábados e Domingos às 23h00
Um programa de Manuel Jorge Veloso
Antena 2
http://www.rtp.pt

quinta-feira, setembro 11, 2008

Happening Portugal + Maria João, no HCP

12 de Setembro às 00:30
Happening Portugal

João Paulo piano
Júlio Resende Fender Rhodes
Luís Cunha trombone
Mário Franco contrabaixo
João Lobo bateria

+ Maria João voz

Bar do HCP

É um verdadeiro “happening” que se anuncia. Um colectivo de músicos que improvisam muito mas tocam poucas vezes em conjunto, com nomes sonantes como João Paulo Esteves da Silva, Júlio Resende, João Lobo e Luís Cunha. A actuação no festival jazz.pt é aguardada com particular expectativa tendo em conta a presença da convidada especial Maria João.

quarta-feira, setembro 10, 2008

terça-feira, setembro 09, 2008

Jazz às Quintas no CCB - 11 Setembro

22h00 - Cafetaria Quadrante
ENTRADA LIVRE

Jason Stein’s Locksmith Isidore
Jason Stein - clarinete baixo
Jason Roebke – contrabaixo
Mike Pride – bateria

Um operário da música por natureza e convicção, Jason Stein tanto pode ser ouvido no grupo Bridge 61, praticando um free bop com sólidas raízes na tradição, ou a abrir novos caminhos inserido no ensemble de câmara experimental Wrack.

À frente do seu próprio combo, com o nome de Locksmith Isidore em memória do seu avô, Stein estabelece um compromisso entre duas facetas, ora entrando em territórios de máxima abstracção, se bem que com uma abordagem económica e suave em termos de utilização dos sons, ora recuando para o solo mais reconhecidamente jazzístico e até mesmo convencional. Com Jason Roebke no contrabaixo, a substituir o violoncelista Kevin Davis, e Mike Pride na bateria, o clarinetista dispõe da secção rítmica para cobrir esta variedade de registos, entre o quase silencioso e a quase tempestade.

sábado, setembro 06, 2008

Onda Jazz reabre hoje

Aqui fica o email que o Onda Jazz enviou a dar conta do fim do seu encerramento

___________________________________________

Após dez dias encerrados, acabou por vencer o bom senso, a verdade e o respeito pela cultura.O sistema criou um problema, mas desta vez teve capacidade para o reparar.

Lutámos para que os organismos envolvidos, independentemente das suas imperfeições, conseguissem neste caso, reparar um erro flagrante e evitar uma grande injustiça. Este combate, não o travámos sozinhos. As imensas manifestações de solidariedade e os apoios que recebemos diariamente deram mais força e mais sentido à nossa luta que se revelou também ser a vossa.

Agradecemos do fundo do coração a todos pelo vosso apoio! Temos agora ainda mais a certeza que um espaço como o Ondajazz faz falta a Lisboa.
De tudo na vida, temos de retirar alguma coisa positiva. Há quatro anos, sonhámos com um espaço de criatividade, de partilha, de convívio e boa música. Hoje, sabemos que este sonho é partilhado por tanta, tanta gente...

ENQUANTO HOUVER SONHOS, HAVERÁ MÚSICA
ENQUANTO HOUVER MÚSICA, HAVERÁ SONHOS!!!

SÁBADO 6 DE SETEMBRO ONDAJAZZ REABRE AS SUAS PORTAS ÀS 22H
UM GRANDE OBRIGADO!!!
A equipa do ONDAJAZZ

sexta-feira, setembro 05, 2008

Festival Jazz.pt

Festival Jazz.pt
Comemoração do terceiro ano editorial da revista jazz.pt no Hot Clube em Lisboa.
4, 5, 6, 11, 12 e 13 de Setembro de 2008


Bilhetes:
Bilhete diário -€10 (com oferta de revista jazz.pt #20)
Bilhete fim-de-semana -€20 (com oferta dos últimos três números da revista jazz.pt)
Pacote especial -Livre-trânsito para todos os concertos+Assinatura anual jazz.pt- €50


Programa

Quinta-feira, 4 de Setembro
23:00 (jardim)

Talmor/Swallow/Nussbaum EUA/Suíça
Ohad Talmor – saxofone tenor
Steve Swallow – baixo eléctrico
Adam Nussbaum - bateria

00:30 (bar)
Red Trio Portugal
Rodrigo Pinheiro - piano
Hernani Faustino - contrabaixo
Gabriel Ferrandini - bateria


Sexta-feira, 5 de Setembro
23:00 (jardim)

Fundbureau Noruega/Portugal
Stephan Meidell - guitarra
Hugo Antunes - contrabaixo
Luís Candeias - bateria

00:30 (bar)
David Binney Quintet featuring Mark Turner EUA
David Binney – saxofone alto
Mark Turner – saxofone tenor
Jacob Sacks - piano
Thomas Morgan - contrabaixo
Dan Weiss - bateria


Sábado, 6 de Setembro
23:00 (jardim)

After Fall EUA/Portugal
Luís Lopes - guitarra
Joe Giardullo – saxofone soprano
Sei Miguel - trompete
Ken Filiano - contrabaixo
Harvey Sorgen - bateria

00:30 (bar)
David Binney Quintet featuring Mark Turner EUA
David Binney – saxofone alto
Mark Turner – saxofone tenor
Jacob Sacks - piano
Thomas Morgan - contrabaixo
Dan Weiss - bateria

Quinta, 11 de Setembro
23:00 (jardim)

André Matos “Rosa Shock” Argentina/Brasil/Portugal
André Matos – guitarra
Sara Serpa – voz
Demian Cabaud – contrabaixo
Alexandre Frazão – bateria
(Lançamento de disco pela Tone Of A Pitch)

00:30 (bar)
Afonso Pais Trio “Subsequências” Brasil/Portugal
Afonso Pais - guitarra
Nelson Cascais - contrabaixo
Alexandre Frazão - bateria
(Lançamento de disco pela ENJA Records)

Sexta, 12 de Setembro
23:00 (jardim)

Jason Stein’s Locksmith Isidore EUA
Jason Stein – clarinete baixo
Jason Roebke – contrabaixo
Mike Pride - percussão

00:30 (bar)
Happenning Portugal
Carlos Bica – contrabaixo
João Paulo – piano
Júlio Resende – piano
João Lobo – bateria
Luís Cunha – trombone

Sábado, 13 de Setembro
22:30 (jardim)

José Peixoto “El Fad” Portugal
José Peixoto - guitarra
Carlos Zíngaro - violino
Miguel Leiria Pereira - contrabaixo
José Salgueiro – percussão
(Pré-lançamento de disco)

23:30 (jardim)
Quinteto de Pedro Moreira Portugal
Pedro Moreira – saxofones tenor e soprano
Susana Silva - trompete
André Fernandes - guitarra
Nelson Cascais - contrabaixo
André Sousa Machado – bateria

00:30 (bar)
Tetterapadequ Itália/Portugal
João Lobo - bateria
Gonçalo Almeida - contrabaixo
Daniele Martini - saxofone
Giovanni Di Domenico - piano
(Lançamento de disco pela Clean Feed Records)

quinta-feira, setembro 04, 2008

Jay-Jay Johanson em Portalegre


Sab. 18 de Outubro
Grande Auditório – Centro de Artes do Espectáculo de Portalegre
Experimental / Pop
Inicio 21.30h
Preço único 10 euros
M/4 anos

Jay-Jay Johanson - Voz
Johan Skugge - Baixo
Erik Jansson - Teclas
Magnus Frykberg - Bateria

Jay-Jay Johanson é um cantor e compositor de origem sueca, que professa como influências para o seu trabalho artistas tão diferentes como Elvis Presley, Modern Jazz Quartet, Rod Stewart, Chet Baker, Kraftwerk e David Bowie.

Tornou-se mundialmente conhecido com a música "So tell the Girls that i am back in Town", retirada do seu álbum inicial de 1996, “Whiskey”, canção que o fez aproximar-se sonoramente de um compositor do calibre do mítico Scott Walker, passando das sonoridades iniciais de jazz e bossanova para um estilo mais aproximado ao “crooner” pop, utilizando todas estas roupagens musicais para pôr em evidência a sua extraordinária voz, que convida à dança e ao arrebatamento.

Professando sempre um estilo muito pessoal, Johanson tem conseguindo manter uma carreira de razoável sucesso comercial, com várias digressões pela Europa e América, ao mesmo tempo que continua uma carreira paralela como DJ em clubes de Nova Iorque, Miami, Paris e Barcelona, além de trabalhar com artistas como os Daft Punk, actuar ao lado de Tina Turner e compôr bandas sonoras para filmes franceses.

Em 2007 editou o seu sexto álbum, "The Long Term Physical Effects are Not Yet Known", que mantém a sua paixão pelo jazz, continuando no entanto a aproximação aos universos da pop e da electrónica que têm vindo a cultivar nos últimos anos.

http://www.jay-jayjohanson.com/
www.myspace.com/jayjayjohanson


CENTRO DE ARTES DO ESPECTÁCULO DE PORTALEGRE
Praça da República, 397300-109 Portalegre
Tel.: +351 245 307 498
Fax.:+351 245 307 544
mail: geral.caep@cm-portalegre.pt
web: www.cm-portalegre.pt/caep
blog: www.caeportalegre.blogspot.com
MySpace: www.myspace.com/caeportalegre

quarta-feira, setembro 03, 2008

O Ondajazz está encerrado

Vou aqui reproduzir a mensagem de email que recebí do Onda Jazz, em que se dá conta da situação que o espaço vive hoje em dia. Pelo que me parece, trata-se de uma injustiça inqualificável, fruto da má vontade de uma pessoa, e da sufocante lentidão das nossas instituições públicas. Aqui fica:
________________________________________

O Ondajazz está encerrado...
Devemos uma explicação a todos os que nos apoiaram até hoje, a todos os que acreditam em nós e queremos denunciar a injustiça de que estamos a ser vítimas...

Os estabelecimentos de Restauração e Bebidas em Lisboa só podem funcionar, segundo a lei, com uma Licença de Utilização emitida pela Câmara Municipal de Lisboa.Todos os estabelecimentos fazem esse pedido. E todos ficam a espera “ad eternae”...

A Câmara Municipal de Lisboa sabe. Por isso, também fecha os olhos quando os estabelecimentos estão em funcionamento apenas com o pedido de licenciamento...Ondajazz fez o seu em Agosto de 2004. Hoje, continua a espera...

Há UMA ÚNICA pessoa que, vivendo na proximidade do Ondajazz e por razões que desconhecemos, resolveu fazer guerra contra tudo e todos que estão a sua volta. Passámos a ser alvo do seu ódio sem nunca percebermos a razão. Resolveu multiplicar as queixas contra nós até chegar à Provedoria da Justiça que fez toda a pressão junto dos organismos competentes para fechar o nosso estabelecimento. Por causa das queixas... De UMA pessoa. Mas o que nos obriga a fechar, é a falta de Licença de Utilização!

De salientar que, pelo facto de não termos Licença, também não temos o direito de provar que as queixas não têm fundamento.Consideramos o sistema responsável de um crime contra um espaço que vive no centro de Lisboa e que deu, até hoje, mais de 750 concertos.

Contamos com a extrema simpatia de todos os que vivem e trabalham junto do Ondajazz e que já testemunharam que o nosso espaço não incomoda ninguém. Contamos também com os esforços da Câmara Municipal de Lisboa para acelerar o mais possível o processo para remediar uma situação causada por ela.

Tentaremos provar junto da Provedoria da Justiça que a queixa não tem fundamento.

O Ondajazz abriu, acreditando na partilha das emoções, das diferenças e da criatividade.A administração fechou o Ondajazz com indiferença e inactividade.

O Ondajazz tem sido um espaço com uma programação musical de qualidade, tendo-se tornado uma referência incontornável do Jazz e da Música do Mundo da nossa cidade, sempre com um excelente ambiente criado pelas pessoas que aqui vêm, pela música, pela onda que passa...

Pedimos a todos os que apoiam o nosso projecto, a todos os que acreditam em nós e que entendem que um espaço como o Ondajazz faz falta à Cidade de Lisboa, que nos enviem um email onde, à sua maneira, dêem o seu testemunho, de forma a juntar a um manifesto que queremos entregar a todos os organismos susceptíveis de intervir por nós.

Agradecemos a todos o apoio que nos têm dado nestes dias difíceis.Se desejar só deixar o seu nome, pode fazê-lo respondendo para este mesmo email com o assunto "CARTA ABERTA".

Obrigado por divulgarem esta carta

Pode enviar o seu email para corinne@ondajazz.com

Obrigado
ONDAJAZZ

terça-feira, setembro 02, 2008

Jazz às Quintas no CCB - 04 Setembro

22h00 - Cafetaria Quadrante
ENTRADA LIVRE

Afterfall
Sei Miguel - trompete
Joe Giardullo - saxofone soprano
Luís Lopes - guitarra
Ken Filiano - contrabaixo
Harvey Sorgen - bateria

A música deste quinteto pode não ser suave, mas está com certeza à dimensão dos homens que a fazem.
Depois das estéticas da velocidade (be bop) e do grito (free), o jazz parece estar a descobrir um novo comedimento, por vezes adquirindo mesmo os contornos e a simplicidade de um autêntico ascetismo Zen – misticismos orientais excluídos, ou não, conforme os casos e os músicos. Menor expressionismo, menos notas, menos volume sonoro, menos “gimmicks”: são estas as características dos músicos que compõem o Grupo Afterfall.

segunda-feira, setembro 01, 2008

“Cubo” de André Fernandes na festa do Avante!

07 de Setembro, Avante! - Auditório 1º de Maio - Seixal - 19h30

O grande palco da Festa do Avante! vai ser o local de um grande concerto de jazz. O quarteto do guitarrista André Fernandes vai recriar, ao vivo, o seu último trabalho em estúdio, “Cubo”, um conjunto de temas originais do guitarrista português que o colocou definitivamente na linha da frente do jazz feito em Portugal. Para o reconhecimento do grupo de André Fernandes contribuiu um conjunto de músicos de craveira inquestionável: Mário Laginha no piano, Nelson Cascais no contrabaixo e Alexandre Frazão na bateria.

Novo disco de João e Laginha apresentado no Funchal

06 de Setembro - Choupana Hills - Funchal - 21h30

Maria João e Mário Laginha estão de regresso à dupla que tem dado a conhecer, na última década e meia, um trabalho dos mais consistentes e produtivos da música portuguesa. Depois de trabalhos em nome próprio nestes últimos anos e de um último disco de originais denominado “Tralha”, a cantora e o pianista preparam para breve o retorno às lides, com um novo CD, “Chocolate”, que marca o regresso da dupla a um som mais “jazzy”. É este novo projecto que o Funchal terá o privilégio de ouvir em primeira mão, no âmbito do Xôpana Jazz. A acompanhar a dupla, um conjunto excepcional de instrumentistas: Julien Argüelles no saxofone, Bernardo Moreira no contrabaixo e Alexandre Frazão na bateria e percussões.

“Matéria-Prima” de Carlos Bica em Silves

05 de Setembro - Parque Ribeirinho de Silves - 22h00

Uma explosão de criatividade, de excelência instrumental e de improvisação. Assim se pode definir o projecto “Matéria-Prima”, de Carlos Bica, servido por músicos da craveira de João Paulo Esteves da Silva (piano e acordeão), Mário Delgado (guitarras) e João Lobo (bateria e percussões), para além do contrabaixo de Bica. Cada concerto deste projecto compõe-se de versões livres de temas do próprio Bica, de incursões divertidas por alguns géneros musicais conhecidos, tudo isto ligado pela exuberância e garra de um grupo de instrumentistas que transformam tudo o que tocam em verdadeiros e inesperados tesouros musicais. Uma experiência única.

Pleno Out Jazz - 07 Setembro

Jardim da Estrela

07 Setembro 2008
Filipe Melo Trio
Filipe Melo - Piano
Bruno Santos - Guitarra
Bernardo Moreira - Contrabaixo

O trio do pianista Filipe Melo existe desde 2002."Adoro boas canções e adoro tocá-las com estes dois músicos. Eles fazem com que os temas soem o melhor possível". Utilizando a mais antiga formação do trio de piano, com guitarra e contrabaixo, Filipe Melo gravou o primeiro CD – “DEBUT” para a editora CLEANFEED – Trem Azul. "Quero que tudo soe o mais natural possível. Quero que a música seja algo que flui naturalmente, que não seja forçado. Quando isto acontece, nem que seja só por um segundo, sou a pessoa mais feliz do mundo". Após terem tocado este ano em vários festivais e salas de concerto pelo país, o trio está preparado para surpreender com novos temas e novos arranjos.

http://www.plenooutjazz.com/

sexta-feira, agosto 29, 2008

Carlos Bica com João Paulo em Lisboa

31 de Agosto - Coreto do Parque Eduardo VII - Lisboa - 17h00

Mais conhecido pelo seu projecto “Azul”, numa parceria com dois músicos excepcionais (Frank Möbus na guitarra e Jim Black na bateria), o contrabaixista Carlos Bica tem outras frentes de trabalho e de criação. Uma delas desenvolve-se na difícil disciplina do contrabaixo solo, sustentada num disco de Outubro de 2005, denominado “Single”. A base deste concerto em Lisboa é precisamente esta gravação em estúdio, acrescida de uma mais valia chamada João Paulo Esteves da Silva, ao piano. O concerto insere-se no programa do Pleno Out Jazz.

Um toque de Jazz - 30 e 31 Agosto 2008

Sábado, 30 de Agosto
As sessões de gravação dos pequenos grupos de Buddy Rich para a Argo, a EmArcy e a Verve (1953-1961). 1º Programa

Domingo, 31 de Agosto
As sessões de gravação dos pequenos grupos de Buddy Rich para a Argo, a EmArcy e a Verve (1953-1961). 2º Programa

Um toque de Jazz
Sábados e Domingos às 23h00
Um programa de Manuel Jorge Veloso
Antena 2
http://www.rtp.pt

"O Trio" no Onda Jazz - 29 Agosto 2008

É já hoje que actua no Onda Jazz, "o Trio". E que trio!

A saber:
João Paulo Esteves da Silva piano
Yuri Daniel contrabaixo
José Salgueiro bateria

ReservasOndaJazz: 218 873 064
Restaurante aberto de 20h00 as 23h00

quinta-feira, agosto 28, 2008

Por falar em Anton Skrzypiciel...

...aqui fica o registo de alguns trabalhos em que o actor, bailarino, performer (uffff...) participou nos tempos mais recentes.

Anton Skrzypiciel é o intérprete que até hoje trabalhou mais próximo com Rui Horta. Actor, bailarino e performer de recursos inesgotáveis, trabalhou nas suas criações durante cerca de 13 anos e com ele realizou centenas de espectáculos. Tem também colaborado com Patricia Portela em várias das suas criações, nomeadamente na trilogia "Flatland", e em "Banquete". No cinema, participou em "Viúva Rica Solteira Não Fica" (2006) de José Fonseca e Costa, e em "Call Girl" (2007) de António-Pedro Vasconcelos. Em televisão, faz parte do elenco de Equador, mini-série com estreia prevista para Outubro na TVI.
A sua mais recente colaboração com João Garcia Miguel (com quem trabalhou em "Burgher King Lear"), é "As Criadas", de Jean Genet, e estará em cena no Pequeno Auditório do Centro Cultural de Belém de 13 a 20 de Setembro de 2008, pelas 21h00.

Bones and Oceans, de Rui Horta
"Um homem, um cão de metal enferrujado e uma banda magnética de som que inexoravelmente se desenrola até ao fim. Um mundo à medida de um sonho possível, um oceano de bolso, um percurso onde se esgotam as perguntas, os protestos e mesmo o significado das palavras."


SETUP, de Rui Horta
"...SETUP fala de comunicação. 'Se me disseres quem és, conto-te uma história', ou ainda 'diz-me quem és, dir-te-ei quem sou'. Em SETUP, o que se diz é irrelevante pois a comunicação passa pelo corpo. Anuir não significa comunicar e a discórdia é frequentemente um acto muito mais íntimo. O texto é o corpo. O contexto é igualmente o corpo."


Flatland, de Patricia Portela
A trilogia Flatland é um espectáculo multimédia que conta a trágica vida de um Homem Plano que um dia descobre que lhe falta uma terceira dimensão.

quarta-feira, agosto 27, 2008

As Criadas de Jean Genet, no CCB

Aqui fica a informação disponível sobre o mais recente trabalho dirigido por João Garcia Miguel: "As Criadas", de Jean Genet. Estará em cena no Pequeno Auditório do Centro Cultural de Belém de 13 a 20 de Setembro de 2008, pelas 21h00.

Direcção João Garcia Miguel
Tradução e Adaptação do texto João Garcia Miguel, a partir de Les Bonnes de Jean Genet
Interpretação Anton Skrzypiciel, Miguel Borges e João Garcia Miguel
Música Rui Lima e Sérgio Martins
Figurinos Ana Luena
Desenho de Luz e Direcção Técnica Luís Bombico
Realização Vídeo Edgar Alberto
Apoio ao Espaço Cénico Mantos
Operação Vídeo Miguel Nicolau
Produção Executiva Marta Vieira
Registo Documental Raquel Freire
Residência Artística Espaço do TempoConvento da Saudação em Montemor-o-Novo (de 21 de Julho a 17 de Agosto de 2008)

Mais informações em
http://joao-garcia-miguel.blogspot.com/
http://residenciadascriadas.blogspot.com/

Video de Apresentação:

terça-feira, agosto 26, 2008

Jazz às Quintas no CCB - 28 Agosto

22h00 - Cafetaria Quadrante
ENTRADA LIVRE

André Matos Trio
André Matos - guitarra
Demian Cabaud - contrabaixo
Alexandre Frazão - bateria

O guitarrista André Matos conta com Demian Cabaud e Alexandre Frazão para formar este trio que tem como características fundamentais a versatilidade e o descomprometimento.

Vindo de formações “cum laude” no Berklee College of Music e no New EnglandConservatory, André Matos é uma das novas surpresas da guitarra jazz portuguesa. Seja a liderar os seus próprios grupos, seja integrando formações como os Mikado Lab ou ao lado de Sara Serpa, a sua música vem despertando a atenção até dos mais distraídos. O seu trio com Demian Cabaud e Alexandre Frazão tem como linha condutora a empatia entre os três músicos e como mote o descomprometimento, com melodias simples e rigorosos critérios harmónicos colocados ao serviço da improvisação, esta mais elaborada nos seus parâmetros e mais solta.

sexta-feira, agosto 22, 2008

DançArte apresenta... IN Adega

IN Adega
um espectáculo do novo ciclo IN OUT

29, 30 e 31 de Agosto 2008, 21h00
Núcleo Vinho e da Vinha
Herdade de Algeruz

A Casa Mãe Rota dos Vinhos da Península de Setúbal convida o público para uma Prova de vinhos no final do espectáculo.

mais informações em http://inout.passosecompassos.pt/
FICHA ARTÍSTICA
Coreografia Pedro Ramos e Sofia Belchior
Interpretação / Bailarinos Bruno Alves, Félix Lozano, Maria Ramos, Pedro Ramos, Rita Lucas Coelho, Sofia Belchior, Tânia Matos

Um toque de Jazz - 23 e 24 Agosto 2008

Sábado, 23 Agosto
No terceiro aniversário do Furacão Katrina: Higher Ground – Hurricane Relief Benefit Concert, concerto em benefício das vítimas do furacão Katrina realizado em 17 de Setembro de 2005 no Lincoln Center de Nova Iorque. Participam vários músicos, entre os quais Wynton Marsalis, Herbie Hancock, Joe Lovano, Cassandra Wilson, Diana Krall e Terence Blanchard.

Domingo, 24 Agosto
Charles Mingus at UCLA – A audição musical integral do célebre concerto realizado em 25.09.1965 na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) pelo octeto de Charles Mingus (cb), com Jimmy Owens, Lonnie Hillyer e Hobart Dotson (trp), Charles McPherson (sax-alto), Julius Watkins (tpa), Howard Johnson (tb) e Danny Richmond (bat).

Um toque de Jazz
Sábados e Domingos às 23h00
Manuel Jorge Veloso
Antena 2
http://www.rtp.pt

terça-feira, agosto 19, 2008

Jazz às Quintas no CCB - 21 Agosto

22h00 - Cafetaria Quadrante
ENTRADA LIVRE

Miguel Martins "Kaleidoscópio"
Miguel Martins - guitarra
Carlos Barretto - contrabaixo
José Salgueiro - bateria

Este trio de formação variável, que conta com Carlos Barretto no contrabaixo e Markku Ounaskari ou José Salgueiro na bateria, tem o funcional propósito de “despertar sensações no público” e de introduzir “problemáticas humanas” a quem os ouve.
No seguimento da linhagem guitarrística que passa por Wes Montgomery, Jim Hall, John Abercrombie e Pat Metheny, são diversos os vocabulários integrados na música de Miguel martins, e algarvio de nascimento hoje radicado em Barcelona, incluindo o free jazz, o rock e a “world music”, em concordância com o seu imperativo de fugir a capelas e clãs musicais exclusivos. A esse caldeirão idiomático chama Martins de “ferramentas kaleidoscópicas de expressão interventiva”, as necessárias no seu entender para os “retratos experienciais de vida” e as “caracterizações de personagens e locais imaginários” que pretende construir, sempre com as composições a servir a improvisação colectiva. A iniciação no jazz fê-la com Zé Eduardo e sob a sua direcção tocou na Big Band Jazz na Filarmónica, tendo depois tido oportunidade de estudar com mestres da guitarra como Phillipe Catherine, Ben Monder e Nguyen Lê. A partir de então multiplicaram-se as suas colaborações com os principais intervenientes do jazz português, de Hugo Alves e Pedro Madaleno a Mário Franco e Laurent Filipe. Sempre com distinção.

segunda-feira, agosto 18, 2008

Ondajazz - Concertos para o próximo fim-de-semana

Dia 22 de Agosto 2008 (Sexta), 23h30
Entrada 7€
Quinteto de Afonso Pais
Luis Cunha: trombone
Afonso Pais: guitarra
Jorge Reis: saxofone
Nelson Cascais: contrabaixo
João Rijo: bateria

Dia 23 de Agosto 2008 (Sábado), 23h30
Entrada:6€
Jandira Silva: voz
Victor Zamora: piano
Gabriel Godoi: guitarra
Marcus Brito: baixo
Milton Batera: bateria

Reservas
OndaJazz: 218 873 064
Restaurante aberto das 20h00 às 23h00

quarta-feira, agosto 13, 2008

Pleno Out Jazz - 17 Agosto

Parque Eduardo VII

17 Agosto 2008
17h00 JK Quartet
19h00 Dedydread

Depois do sucesso de 2007, a segunda edição do Pleno Out Jazz vem dar um novo incentivo à área cultural dedicada à animação de rua em Lisboa. Para tal, a ideia é aproveitar os jardins da cidade para, em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, dinamizar estes espaços com eventos de Jazz nos meses de Maio a Setembro.

Estes eventos terão uma vertente tanto musical (concertos) como visual (com mostras de documentários) e zona de exposição com fotos de Jazz.

http://www.plenooutjazz.com/

terça-feira, agosto 12, 2008

Jazz às Quintas no CCB - 14 Agosto

22h00 - Cafetaria Quadrante
ENTRADA LIVRE

Fundbureau
Stephan Meidell - guitarra
Hugo Antunes - contrabaixo
Luís Candeias - bateria

Com elementos recolhidos nos “perdidos e achados” de várias famílias musicais, designadamente do jazz, do rock, do experimentalismo e do pop, a tónica deste projecto vai para a inovação e a excentricidade.

Não é habitual que um colectivo se apresente como uma mistura de Pink Floyd e Ornette Coleman, mas assim se identifica o Fundbureau, trio formado em Amesterdão com um norueguês, o guitarrista e compositor Stephan Meidell, e dois portugueses, o contrabaixista Hugo Antunes e o baterista Luís Candeias. Enérgico (Candeias tem um passado no heavy metal) mas subtil (Meidell recorre frequentemente à electrónica e tem um claro gosto pelo paisagismo sonoro e pela bruitage), é no contrabaixo de Antunes que a música dos Fundbureau tem a sua mais sólida âncora jazzística.

segunda-feira, agosto 11, 2008

Laginha, Camané e David Fonseca juntos e ao vivo no Algarve

14 de Agosto - Hotel Tivoli Almansor - Bar da Praia dos Caneiros - 22h00

Se há eventos que ilustram de modo irrefutável que a música não tem barreiras de género, o concerto que reúne, no mesmo palco, Mário Laginha, Camané e David Fonseca é um deles. Jazz, fado e pop-rock vão misturar-se, sem preconceitos, num mesmo espaço, unidos pela criatividade e a competência técnica e interpretativa de três nomes que se “movem” em universos distintos, acompanhados por instrumentistas de reconhecido mérito.
No concerto, cada um dos músicos fará valer as suas aptidões já conhecidas, mas haverá também lugar para “misturas” e experiências de que, a avaliar pelos protagonistas, só se podem esperar bons e inesperados resultados. Em palco, o trio de Mário Laginha, Camané com viola e guitarra portuguesa, David Fonseca com alguns dos instrumentistas que o acompanham, Laginha com Camané, Laginha com David Fonseca e os três simultaneamente, prometem uma noite de música diferente. O desafio acontece no Algarve, no Hotel Tivoli Almansor, no Carvoeiro, no âmbito do Allgarve Edition.

sexta-feira, agosto 08, 2008

Um toque de Jazz - 09 e 10 Agosto 2008

Sábado, 09 de Agosto
As sessões de gravação realizadas por John Coltrane, como líder, para a Prestige e para a Impulse! (entre 1956 e 1967) e com o quarteto de Thelonius Monk (1957). 3º Programa

Domingo, 10 de Agosto
As sessões de gravação pela Big Band de Oliver Nelson para a Argo, Verve e Impulse! (1962-1967). 1º Programa

Um toque de Jazz
Sábados e Domingos às 23h00
Manuel Jorge Veloso
Antena 2
http://www.rtp.pt

quinta-feira, agosto 07, 2008

NoFIT STATE: "TABÚ"


É já na próxima sexta-feira que estreia no CCB o espectáculo de novo-circo "TABÚ", pela companhia NoFit State. Pela amostra junta, parece-me que é de não perder. Fica em cena até 31 de Agosto, no Espaço Circo do Centro Cultural de Belém.

quarta-feira, agosto 06, 2008

Laginha, Postcard Brass Band e Jacinta no Porto Blue Jazz 2008

09 de Agosto - Mário Laginha Trio - “Espaço”
16 de Agosto - Postcard Brass Band
23 de Agosto - Jacinta - “Convexo”
Jardins do Palácio de Cristal - 22h00
Entrada Livre

O Porto Blue Jazz 2008, a decorrer nos Jardins do Palácio de Cristal, no Porto, abriu, no dia 3 de Agosto, com um grande nome do jazz e companheiro do lendário Miles Davis, o pianista Herbie Hancock, com um grupo de instrumentistas que incluía o saxofonista Chris Potter e o contrabaixista Dave Holland.

Nos dias 9, 16 e 23 de Agosto, é tempo do jazz feito em Portugal. Mário Laginha, acompanhado pelo contrabaixista Bernardo Moreira e o baterista Alexandre Frazão, leva até aos jardins do Palácio de Cristal, a 9 de Agosto, o seu mais recente trabalho em trio, “Espaço”, resultado do encontro de dois mundos, o da arquitectura e o da música, unidos por sons inspirados em conceitos como “vazio urbano”, “plano”, “espaço” ou “escada”. O som do grupo de Mário Laginha é simultaneamente consistente e convincente, mostrando que qualquer pretexto é bom para fazer jazz de qualidade.

No dia 16, a experiência é outra. O grupo The Postcard Brass Band transporta-nos para o som de New Orleans, com temas ora festivos ora melancólicos, servidos pelo saxofone soprano de Mário Marques, o trombone de Ruben Santos e o sousafone de Sérgio Carolino.
Finalmente, a 23 de Agosto, a noite é da conhecida Jacinta e do seu projecto “Convexo”, com Rui Caetano ao piano e Bruno Pedroso na bateria.

terça-feira, agosto 05, 2008

Jazz às Quintas no CCB - 07 Agosto

22h00 - Cafetaria Quadrante
ENTRADA LIVRE

THE LIVING THING SEXTET
JOSÉ MENESES saxofones e clarinete baixo
GONÇALO MARQUES trompete
DANIEL VIEIRA saxofone alto
JÚLIO RESENDE piano
JOÃO CUSTÓDIO contrabaixo
PEDRO VIANA bateria

O sexteto Living Thing reúne diversas gerações de improvisadores que, como indica o nome do colectivo, entendem o jazz como uma coisa viva.

Inspirado em Joe Henderson e Woody Shaw, duas glórias da história do jazz, o sexteto Living Thing entende a composição como ponto de partida e de chegada para a vibração dos solos”, desejando que estes sejam “contrastantes entre si”, mas também complementares numa teia de múltiplas cores e texturas”. As coordenadas deste grupo são descritas pelos seus músicos como o encadeamento de “rápidas e intrincadas linhas de sopro”, “translúcidas texturas pianísticas”, e intenso groove colectivo”, com a finalidade de reproduzir o “improvável diálogo entre estranhos pássaros” e ir “da ordem à desordem”, ou vice-versa.

sexta-feira, agosto 01, 2008

Um toque de Jazz - 02 e 03 Agosto 2008

Sábado, 02 de Agosto
As sessões de gravação realizadas por John Coltrane, como líder, para a Prestige e para a
Impulse! (entre 1956 e 1967) e com o quarteto de Thelonius Monk (1957). 1º Programa

Domingo, 03 de Agosto
As sessões de gravação realizadas por John Coltrane, como líder, para a Prestige e para a Impulse! (entre 1956 e 1967) e com o quarteto de Thelonius Monk (1957). 2º Programa

Um toque de Jazz
Sábados e Domingos às 23h00
Manuel Jorge Veloso
Antena 2
http://www.rtp.pt

quinta-feira, julho 31, 2008

TGB levam jazz alternativo a Silves

01 de Agosto - Parque Ribeirinho de Silves - 22h00

O jazz tem muitas linguagens, mas uma das suas marcas mais fortes é a improvisação. O grupo português TGB faz da improvisação uma das suas características mais marcantes, com resultados muito convincentes, só possíveis através de três instrumentistas de grande criatividade e apuro técnico. Acresce que o grupo tem uma formação pouco habitual, para não dizer inédita no mundo do jazz – a tuba de Sérgio Carolino, a guitarra de Mário Delgado e a bateria de Alexandre Frazão criam uma sonoridade pouco habitual, fazendo de cada concerto uma experiência musical inusitada e enriquecedora. Tudo isso poderá testemunhar-se neste concerto em Silves.

Maria João e Mário Laginha com big band do Hot Club

01 de Agosto - Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz - 22h00

Desta vez, Maria João e Mário Laginha são acompanhados por uma grande formação de jazz – a big band do Hot Club de Portugal. A cantora e o pianista já deram inúmeros concertos em duo, outras vezes fazem-se acompanhar por mais dois ou três instrumentistas, mas não são frequentes as apresentações tendo por detrás um grande suporte orquestral, como é o caso deste concerto na Figueira da Foz. Os temas têm arranjos de Mário Laginha e prometem uma noite de música vibrante e multifacetada. Alguns são bem conhecidos dos seguidores do duo, casos de "Horn Please" ou "Parrots and Lions", um deles integra o disco em piano solo de Laginha ("Fuga em Ré Maior", de “Canções e Fugas”) e outros foram escritos propositadamente para grande orquestra.

quarta-feira, julho 30, 2008

IN Adega - DançArte prepara Novo Espectáculo

IN Adega
um espectáculo do novo ciclo IN OUT
Estreia em Agosto, Herdade de Algeruz

A DançArte propõe um novo ciclo de espectáculos, com oito criações, duas por ano, uma no exterior e outra no local de residência da DançArte - Teatro S. João, Palmela.

As peças que a DançArte propõe ao público neste ciclo, surgem dos opostos, como ponto de partida e dos espaços seleccionados como ponto de chegada.Por entre as viagens pelo mundo filosófico e pela história dos espaços, lançamos uma outra forma de partilhar a criação.


Mais informações em http://inout.passosecompassos.pt/

terça-feira, julho 29, 2008

NoFIT STATE: "TABÚ" - O Novo-Circo regressa ao CCB

CCB FORA DE SI - NOVO-CIRCO: "TABÚ"
08 a 31 Agosto - 22H
Espaço Circo - CCB

“É o Cirque du Soleil, mas sem os enfeites Disney e em versão mal-comportada... Este é o futuro do circo britânico”.
The Guardian

É Uma Viagem Vertiginosa… Mas consegue resistir? Se pensa que vem ver palhaços e chimpanzés, engana-se. A companhia britânica aclamada pela crítica, NoFIT STATE, aterra em Lisboa na sua nave espacial única para nos levar numa vertiginosa viagem ao mundo do novo-circo.
TABÚ é uma explosão de emoções intensas. É um verdadeiro caos coreografado que acontece em cima do público e ao seu redor. É uma combinação entre circo, performance, vídeo e música ao vivo.
É alucinante e prometemos que depois disto nada será igual…

Jazz às Quintas no CCB - 31 Julho

22h00 - Cafetaria Quadrante

Sérgio Pelágio/Mário Franco Quartet
Sérgio Pelágio – guitarra eléctrica
Mário Franco – contrabaixo
Pedro Segundo – bateria
Luís Cunha- trombone

Retoma de uma parceria na década de 1980, este quarteto volta a juntar Sérgio Pelágio e Mário Franco, nomes entretanto firmados na cena nacional.

O guitarrista Sérgio Pelágio consagrou-se como compositor de cena e co-criador de espectáculos como Casio Tone, Subtone e Tritone, juntamente com a coreógrafa Sílvia Real. Já o contrabaixista Mário Franco encetou uma carreira a solo que tem sido elogiada dentro e fora de portas e merecido o envolvimento de músicos com o relevo de Dave Binney e Jesse Chandler.

Se nos anos do arranque desta parceria a influência era, muito obviamente, a do “som ECM” numa mistura de jazz, música clássica e rock próxima da etiqueta discográfica alemã, hoje partem de onde ficaram para ir mais longe, tão longe quanto acharem que faz sentido.

segunda-feira, julho 28, 2008

Bernardo Sassetti leva Ascent a Évora

31 de Julho - Pátio de S. Miguel, Fundação Eugénio de Almeida - Évora - 21h30
Ascent é um projecto de Bernardo Sassetti que conjuga orientações e preocupações recentes do pianista e compositor: a música, naturalmente, mas também os silêncios significantes e as imagens. É um projecto que se constrói com sons e imagens com elas relacionados, ganhando outros significados e valências. Em palco, para além do pianista, intervêm Ajda Zupancic, no violoncelo, Jean-François Lezé, no vibrafone, e Alexandre Frazão, na bateria.

sexta-feira, julho 25, 2008

Um toque de Jazz - 26 e 27 Julho 2008

Sábado, 26 de Julho
At Carnegie Hall, concerto pelo Quarteto de Thelonius Monk (Ahmed Abdul-Malik no contrabaixo e Shadow Wilson na bateria), com o saxofonista John Coltrane, no Carnegie Hall (Nova Iorque). Gravação de 29.11.57, até hoje inédita. Edição Blue Note

Domingo, 27 de Julho
Town Hall Concert, concerto pelo Quinteto de Dizzy Gillespie-Charlie Parker, com Al Haig (pn), Curley Russell (cb) e Max Roach (bat), no Town Hall (Nova Iorque). Gravação de 22.06.45, até hoje inédita. Edição Uptown Records

Um toque de Jazz
Sábados e Domingos às 23h00
Manuel Jorge Veloso
Antena 2
http://www.rtp.pt

quinta-feira, julho 24, 2008

Camerata Senza Misura no Festival de Música da Póvoa

26 de Julho - Póvoa de Varzim - Auditório Municipal - 21h30

Pelo segundo ano consecutivo, a Camerata Senza Misura participa no Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim com um programa especial: interpretar, em estreia absoluta, as obras finalistas do Concurso Internacional de Composição da Póvoa de Varzim. O grupo vai tocar obras de Gonçalo Gato, Ana Seara, Carlos Azevedo e Elliot Carter.

quarta-feira, julho 23, 2008

World Music no CCB

Integrado no programa "CCB Fora de Si", o Centro Cultural de Belém traz-nos o projecto GLOBAL, com uma selecção de música na área da World Music. Vai decorrer de 1 a 3 de Agosto, e aqui fica o cartaz:

01 Agosto - 22h00
Grande Audítório - 5€
TONY ALLEN (nigéria)
Baterista ímpar, Tony Allen é hoje o grande nome vivo do afro-beat, estilo de música ao qual está associado desde a sua génese ao lado do imortal Fela Kuti. Actualmente, é um dos membros do projecto The Good, The Bad and The Queen do qual fazem também parte Damon Albarn (Blur), Paul Simonon (The Clash) e Simon Tong (The Verve e Blur).

02 Agosto - 22h00
Praça Museu - Entrada Gratuita
TOUMANI DIABATÉ (mali)
Toumani Diabaté é um dos músicos mais importantes em África. Toumani toca cora, uma harpa única e original da África Ocidental com 21 cordas; e mais do que qualquer outro intérprete de cora, Toumani é responsável por apresentar este instrumento a audiências do mundo inteiro. É um intérprete com uma virtuosidade e uma criatividade verdadeiramente excepcionais – alguém que demonstra que a kora pode rivalizar com os melhores instrumentos do mundo.

03 Agosto - 19h00
Praça Museu - Entrada Gratuita
RABIH ABOU-KHALIL (líbano) feat. RICARDO RIBEIRO (portugal)
Rabih Abou-Khalil é um dos grandes mestres do alaúde, instrumento que desde sempre procurou explorar de maneira inovadora, criando uma linguagem musical universal que é apreciada e elogiada por amantes e críticos das mais diversas áreas musicais, do jazz à música clássica, passando, claro, pela world music. No seu mais recente trabalho, o compositor libanês recebe a voz de Ricardo Ribeiro, jovem fadista português com uma originalidade e força raras, que com esta colaboração com Rabih conquistará certamente os palcos internacionais.

03 Agosto - 22h00
Grande Auditório - 5€
ELIADES OCHOA (cuba)
Membro e director musical durante vários anos do mítico Cuarteto Patria, reconvertido mais recentemente em El Grupo Pátria, e peça vital do projecto Buena Vista Social Club, Eliades Ochoa é uma lenda viva da canção cubana. Canções como “Chan Chan”, “El Cuarto de Tula” ou “El Carretero”, interpretadas por Eliades, foram a base do êxito deste disco histórico que vendeu mais de dez milhões de cópias, e conquistou um Grammy em 1997.

Mais informações em http://www.ccb.pt/